sexta-feira, 16 de julho de 2010

O Tempo Vida!



Bem hoje é uma data de grande importãncia ao Blog.
Faz exatamente doze meses de sua criação.Feito como um passatempo e logo o gosto absorvido pelo tema Ornitologia foi crescendo.
Minha dedicação em pesquisar sobre uma infinidade e variedades de aves e pássaros.
Coisa que até então não me interessava.
Apenas sempre tive gosto pessoal por pássaros que sempre criei e acho prazeroso ouvi-los cantar.
Mas em determinadas situações não é um canto e apenas um lamento.
Ja se passaram um ano e continuo com mesmo zelo da primeira postagem.
Sei que adversidades existem ,basta ter a consciencia e conseguir transpo-los.
OBRIGADO aos visitantes e aos que ja foram postadores deste espaço.

Anexo a imagem do 1º banners e 1º post deste espaço.

Sempre agradecendo aos visitantes que hoje somam um total de: 24.430
16/07/2009 a 16/07/2010


1ºPosts*O TEMPO VIDA* Video

A Águia e sua historia


Muda e Muda Encruada


Muda e Muda Encruada

Muda:




Ocorre todos os anos e inicia-se após a época de cria. Se o pássaro foi bem alimentado irá mudar suas penas facilmente e não passará de 6 a 8 semanas. Durante a muda a ave pode perder boa parte das penas ao mesmo tempo, mantendo, entretanto, uma razoável quantidade para proteger o corpo e voar.


O processo varia de acordo com o clima da região. Se estiver quente a muda é antecipada e dura pouco tempo, porém, se o clima for fresco ou frio a muda atrasa e pode durar de 6 a 8 semanas.


O banhos de sol (entre 8h e 9h) ajudam muito durante a muda. A alimentação também precisa ser balanceada, contendo cálcio (osso de ciba), casca de ovo, vegetais e farinhada. Na água você pode colocar algumas gotas de complexo vitamínico que contenha ferro e/ou cálcio.


Nos adultos a muda das penas das asas ocorre simlutaneamente o as penas do corpo são completamente trocadas do centro para as extremidades terminando na cabeça da ave. E durante o processo os machos param de cantar.


Muda Encruada:


A muda encruada ocorre quando o período de muda passa e seu pássaro continua sem penas.


Um dos fatores que encrua a muda é a deficiência vitamínica da ave, então administre um complexo vitamínico na água ou na ração da ave.


Ocorre por alimentação errada, correntes de ar e temperatura, sendo que durante a muda deve-se dar a ave Ferro (AvitrinFerro) por no mínimo 10 dias para que ela não venha a encruar.




Caso a muda encrue, uma dica interessante é triturar pedacinhos de carvão (o próprio para churrasco) e colocar no fundo da gaiola. Com alimentação correta, longe das correntes de ar e com vitaminas (especialmente cálcio e ferro) em alguns dias seu pássaro começa a trocar as penas e sai da muda encruada.

Fonte Texto e Imagem
http://canarioecia.blogspot.com/2009_07_01_archive.html

SALMONELOSE


Sabia que um grande número de vírus é eliminado nas fezes das aves, e a mais mortífera é coccidiose, e salmonelose, a coccidiose multiplica-se no trato intestinal, todas as aves têm coccídeos alojados no intestino delgado, os criadores de pintassilgos temem estas doenças pode ser prevenida através da boa higiene, pois é das doenças mais comuns e mortais entre as aves, sabia que a morte prematura dos filhotes a principal causa são estas doenças.
Os sintomas da coccidiose: diarreia esverdeada ou amarelada por vezes com sangue, dificuldade para ingerir o alimento, alimento mal digeridos, fezes pastosas com muco, quando
ingerido o agente da doença ao passar pelo intestino destrói e ataca as paredes do intestino. Como as células do intestino são responsáveis pela absorção de nutrientes, a ave infectada começa a debilitar, e morre em 3 a 4 dias.
Os sintomas das salmonelas. Falta de apetite, muita sede, semi-embolada dificuldade para ingerir o alimento.
Prevenção para estas doenças.
Prevenir o contacto e ingestão de alimentos com fezes, o uso de grades no fundo da gaiola, na minha opinião é o melhor, desinfectar todas as semanas todos os utensílios bebedouros etc, manter uma boa higiene no local, passar uma chama com um maçarico para matar todos coccidios enfim manter o local limpo.
Fígado escuro ou ponto preto.


Indica-nos fígado danificado, através da pele aparece como uma mancha escura, geralmente é causada por uma dieta muito gorda, sementes com alto teor de gordura. Actualmente é uma das doenças mais comuns nos pintassilgos, os sintomas variam conforme a gravidade da doença pode-se evitar a morte das aves com alimentação adequada.
Fonte do Texto e Imagem
http://avesilvestres-edu.blogspot.com/





Post.II

Conheça um pouco mais sobre os sintomas da Salmonelose
Hoje vamos falar um pouco sobre uma doença que aflige os criadores de pássaros; a Salmonelose. As informações a seguir foram retiradas do livro “Criação de Canários de Cor”, de autoria de Fabio Morais Hosken e Ana Cristina da Silveira, ambos especialistas em aves, e publicado pela Editora Aprenda Fácil.

Agente Causador – Salmonella SSP. (bactérias gran-negativas). É um bacilo transmitido pelas fezes dos pássaros doentes depositadas no ambiente. Os sintomas apresentados pelas aves são os seguintes: emagrecimento, depressão, conjuntivite, diarréia, respiração difícil e no estado terminal convulsões nervosas até à morte.

Os diagnósticos podem ser constatados por meio de exames microbiológicos das fezes e do material coletado das aves mortas. O tratamento pode ser feito usando claranfenicol, tetraciclina, ampicilina, e sulfa, na maioria das vezes. Porém, para se tratar corretamente a doença é preciso ter o antibiograma, o que garantirá a correta escolha do antibiótico a ser utilizado.

Profilaxia: Desinfecção periódica e sistemática do ambiente, além da adoção de quarentena para a introdução de novas aves no criadouro.

Por Alessandro Perin

Fonte da Pesquisa
http://silvanogueira12.blogspot.com
imagem aleatórea do google

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Doença da Pinta Preta




Infelizmente a época de criação não nos trás só alegrias. Esta semana me deparei com um problema que com certeza ocorre em vários criadouros do Brasil e do Mundo; a morte prematura de um filhote. Participo de vários fóruns de discussão, um deles é o Fórum Canaricultura Tuga, de Portugal. Levantei o questionamento sobre qual seria a causa morte do filhote.


Este filhote foi o primeiro dos três que nasceram e apenas com dois dias de vida morreu. Seus irmãos de ninho continuam bem até hoje, já com quase dez dias. O que mais me chamou à atenção foram as duas manchas que pude observar no abdômen do filhote. Como não pude mandar fazer uma autopsia no filhote, ficaram as dúvidas quanto à verdadeira causa da morte.

Eu mencionei que poderia ser o mau da pinta preta e também recebi mensagens dizendo que poderia ser uma infecção intestinal seguida de hemorragia. Vou transcrever abaixo o que seria a Pinta Preta ou a Proventriculite e com isso os amigos podem também fazer suas análises e tirar suas conclusões; a matéria foi retirada do site Criadouro Kakapo escrito por José Luiz Amzalak, revista ABC 2006.

“A Proventriculite é uma inflamação do proventrículo causada por bactérias e que pode levar a morte dos filhotes, normalmente, até o sétimo dia. Por este fato, os criadores na Itália costumam chamá-la de “crise do sétimo dia”. O exame de filhotes mortos facilita a descoberta do mal: “No proventrículo cheio de alimentos não digeridos, na mucosa interna do órgão, uma secreção esbranquiçada que normalmente se encontra contaminada por infecções secundárias bacterianas”, como observa o médico veterinário brasileiro Dr. Francis Magno Flosi.

A cor escurecida e inchada na altura do proventrículo resulta exatamente do somatório da inflamação do proventrículo e do acúmulo de alimentos não digeridos. Como eles não são processados, o filhote fica inicialmente debilitado e, aos poucos, a fêmea deixa de alimentá-lo. A morte não decorre propriamente da inflamação do órgão, mas das doenças oportunistas, como a coccidiose, salmonelose e a colibacilose.

A doença em si nem sempre apresenta sintomas exteriores nos adultos, o que não significa que em caso agudo não chegue a matar. Uma boa parte das aves adultas é, hoje, portadora do mal, principalmente as fêmeas, que transmitem a doença através da postura dos ovos ou ao alimentar os filhotes. Em termos técnicos o “pontinho negro” nada mais é do que uma gastrite crônica micótica, também conhecida como micose 80, causada por uma megabactéria ainda pouco conhecida dos especialistas em aves e cuja cura está longe de ser descoberta. A origem da moléstia é causada pela microplasmose (Mycoplasma, bactéria gran negativa), que diminui a resistência da ave e abre caminho para a entrada no organismo da micose 80. Esta doença foi descoberta inicialmente em papagaios criados em zoológicos dos EUA. Infelizmente, a importação legal e ilegal de aves disseminou o mal por todos os países. Hoje, nenhum criador está livre dessa moléstia, mesmo que não tenha aves importadas em seu plantel...


Fonte do Texto e Imagem
http://silvanogueira12.blogspot.com/

terça-feira, 13 de julho de 2010

Perdiz




Alectoris rufa
Classe: Aves
Ordem: Galiformes
Família: Phasiaridae
Género: Alectoris
Espécie: Alectoris rufa

A Perdiz-comum ou Perdiz-vermelha é considerada a ave de caça ou peça de caça mais apreciada pelos caçadores e também aquela que desperta maior interesse económico.

Características gerais
Ave de tamanho médio (35 a 40 cm de comprimento); Silhueta roliça, asas curtas, arredondadas e cauda quase inexistente

Cor parda e ocre, com largo babete orlado de preto, peito malhado de preto, flancos com riscas pardas, brancas e pretas
Bico e patas vermelhos.

Dimorfismo sexual
A distinção entre machos e fêmeas não é fácil. As fêmeas e os machos são muito semelhantes

Normalmente o macho é maior e mais pesado que a fêmea

Os machos apresentam tarsos mais compridos e grossos, esporões com base larga e extremidade arredondada

As fêmeas têm os tarsos mais curtos e delgados e, quando apresentam esporões, estes têm a base estreita e são bicudos;
Os órgãos genitais da fêmea vêem-se melhor na época de reprodução.

A distinção entre adultos e juvenis - com menos de 1 ano – pode fazer-se pela observação das remiges primárias (as dez penas da extremidade da asa).

As perdizes têm várias mudas, o que permite identificar as várias idades.

Habitat e Alimentação
Prefere especialmente as zonas de culturas cerealíferas, mas também se pode encontrar na periferia das áreas incultas ou matos, por vezes também em vinhas.

A alimentação é essencialmente insectívora no primeiro mês de vida, após o qual se tornam praticamente herbívoros: grãos (trigo, cevada, aveia), bolota, folhas, rebentos, bagas, flores e raízes de uma grande variedade de plantas espontâneas

Comportamento e Reprodução
Espécie muito gregária, diferentes agregações ao longo do ciclo anual: Janeiro / Fevereiro: dissociam-se os grupos e juntam-se os casais

Primavera: grupos reprodutores (casais)

Verão: Grupos familiares (fêmea com as suas crias)

Fim do Verão / Outono: Grupos plurifamiliares (bandos).

Formação dos casais
Grande instabilidade social e espacial. O ninho é feito geralmente no chão, ajudada pelo macho na sua construção, com simples folhas secas, junto a tufos de ervas, debaixo de ramos secos ou mesmo junto a linhas de água ou caminhos.

Postura dos ovos
Março a Abril – Sul do país - Abril a Maio – Norte

São monogâmicas
Um macho e uma fêmea.

Número de ovos de cada ninho: variável – média de 12 ovos.

A Perdizpode fazer 2 posturas em 2 ninhos diferentes, uma incubada pelo macho e a outra pela fêmea.

Pode fazer uma 2ª postura quando a 1ª é perdida (após ter iniciado a incubação) devido a alterações climatéricas. A incubação começa após a postura do último ovo e dura cerca de 23 dias.

A Perdizé uma ave Nidifoga
Sai do ninho assim que nasce.

A luta dos machos pelas fêmeas é pelo canto, rodopiam à volta um do outro, quem cantar mais alto ganha.

Os principais predadores
A raposa (Vulpes vulpes); o ginete; o gato-bravo; alguns rapináceos; o javali (Sus scrofa); e os corvídeos, estes últimos predando principalmente os ninhos e perdigotos.

É de salientar ainda o efeito predador de alguns animais domésticos e assilvestrados, que muitas vezes são responsáveis pela destruição de ninhadas inteiras, especialmente os cães e gatos, causando prejuízos avultados.



Perdiz de topete


Fonte: www.miga.pt


perdiz vermelha
Imagens do google

Araras Azuis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...