sábado, 3 de abril de 2010

Belezas Ornitologicas!


Esta Tentilhão era um pouco tímido, escondendo-se atrás de um galho


Cisnes brincando

Imagens do google

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Jacupemba


Galiforme
Família
Cracidae


É a menor representante do gênero.
Possui uma barbela nua vermelha, mais proeminente no macho.
Gostam de lugares quentes e escolhem sempre as árvores mais altas para repousar ou nidificar!




Fonte da pesquisas
http//fazendavisconde.com.br

quarta-feira, 31 de março de 2010

Cegonha Africana


(eptoptilos crumeniferus) é uma grande cegonha africana, carnívora, de cabeça e pescoço nus. Possui um bico muito forte e uma bolsa pneumática na base do pescoço (parece um saco,sempelos e enrugado).


É uma ave muito grande. Chega a atingir uma altura de 150 cm, um peso superior a 9 kg e uma envergadura de asas de 3,5 m. Partilha com o condor-dos-andes a distinção de possuir a maior envergadura de asas das aves terrestres.

Desloca-se principalmente caminhando.Para descansar senta-se frequentemente sobre os tarsos, assumindo uma postura bizarra.




Fonte da Pesquisa
http//forum.jogos.uol.com.br/Animais-Estranhos

MEGAPODIO



Pode ser encontrada nos seguintes países: Papua-Nova Guiné e Ilhas Salomão.

Os seus habitats naturais são: florestas subtropicais ou tropicais húmidas de baixa altitude e regiões subtropicais ou tropicais húmidas de alta altitude.

O interessante sobre essa ave (além de ser igual a um Chocobo ), é que eles escavam seus ninhos no solo, para esonder os ovos. Aí os Dragões de Comodo colocam os seus ovos dentro dos ninhos do Megapodio. Depois de um tempo os lagartos nascem e vão embora.





Texto e Imagens
http// forum.jogos.uol.com.br

segunda-feira, 29 de março de 2010

Juruva- verde


Juruva-Verde
Nome científico: Baryphthengus ruficapillus

É registrada também para outros países do sudeste da América do Sul, como o Paraguai e a Argentina; tem um “primo”, a juruva-ruiva (Baryphthengus martii) que é

muito semelhante, podendo ser visto desde a Amazônia até a América Central (Sibley & Monroe,1990). Foi inicialmente observada em setembro de 1992, a partir de informações obtidas junto a funcionários do Parque. É uma ave de difícil visualização pela sua característica comportamental de permanecer imóvel por tempo considerável, somente chamando a atenção pelos movimentos da sua cauda; possui bico forte e serrilhado e asas curtas e “arredondadas”(Sick, 1985) que são características também dos outros membros de sua família. A ave foi atraída por meio de gravações contendo repetições sucessivas de seu canto, emitidos geralmente no período crepuscular. Entretanto, foi também observada com grande atividade diurna, no horário entre 10:00 e 12:00 hrs. A juruva-verde não é rara, sendo encontrada "em locais de mata sombria" (Sick, 1985), como a existente na região da Cascatinha onde foram observados dois indivíduos
Texto Imagem
http://beloscantos.blogspot.com/

Araras Azuis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...