O tempo Vida !

O tempo Vida !
Não se troca um amor velho por um amor novo.Banners original do blog
"É preciso quebrar a concha para conseguir a pérola".

domingo, 14 de julho de 2019

Araçari-banana (Pteroglossus bailloni)









Numa área de 3 mil hectares, a ONG mineira Fundação Biodiversitas criou a Reserva Mata do Passarinho, onde trabalha para a conservação de mais de 300 espécies de aves, entre elas quase 40 ameaçadas de extinção, como o raríssimo entufado-baiano (Merulaxis stresemanni).


om 650 hectares, a Reserva Mata do Passarinho – localizada no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, – é um alento para os que se preocupam com a preservação não somente da flora, mas também da fauna brasileira. A área, protegida pela Fundação Biodiversitas, abriga 319 espécies de aves devidamente catalogadas, sendo que 38 dessas encontram-se à beira da extinção.


http://aconteceunovale.com.br/portal/?p=28201

segunda-feira, 24 de junho de 2019

Zenaida auriculata



A avoante (Zenaida auriculata) é uma pomba campestre, que ocorre das Antilhas à Terra do Fogo, com distribuição isolada por todo o Brasil, formando bandos compactos na região Nordeste durante a migração.

Essa espécie de pomba chega a medir até 21 cm de comprimento, com o dorso pardo, cabeça com duas faixas negras laterais, e manchas negras nas asas.

Em certos períodos é fonte de alimentação para populações locais da região Nordeste do Brasil, porém tal necessidade é questionada, pois os animais são vendidos em bares para servirem como espetinhos.

Também é conhecida pelos nomes de arribaçã, arribação, bairari, cardigueira, cardinheira, guaçuroba-pequena, juriti-carregadeira, pairari, pararé, parari, pomba-amargosinha, pomba-de-arribação, pomba-de-bando, pomba-do-meio, pomba-do-sertão, pomba-parari, pomba-pararu, rabaçã, rabação, rebaçã, ribaçã e ribação ou rolinha.

No Brasil, a caça da Ribaçã é crime ambiental, punido com multa de R$ 500,00 por unidade apreendida e possível pena de prisão.[carece de fontes] Há cerca de dois anos, houve um movimento migratório das avoantes "Zenaida auriculata" para o centro do Brasil, sendo observadas especialmente no município de Hidrolândia, próximo a Goiânia. Elas estão se multiplicando aos milhares e já fazendo parte do cenário rural. Não se sabe quais as consequências dessa migração mas certamente a competição por alimento fará alguma alteração populacional local.

sábado, 23 de março de 2019

Faisão Coleira







Na verdade, existem centenas de espécies dentro da família biológica de faisões, ou Phasianadae, incluindo perus, codornas e perdiz, bem como os verdadeiros faisões. Mas, na maioria das vezes, quando falamos de faisão, estamos nos referindo ao Coleira, ou faisão comum ( Phasianus colchicus). O Faisão Coleira é um nativo da Ásia, desde a costa oriental do Mar Negro até as encostas do norte do Himalaia, e também encontrado na Manchúria, na Coréia, e no sul do Vietnã. Os fósseis mais antigos de faisões registrados indicam que eles se originaram na China há cerca de 2,0 - 2,5 milhões de anos. Eles foram importados para a América em 1880 e se adaptaram muito bem em grandes áreas da América do Norte, formando populações reprodutoras auto-sustentáveis em vários estados dos EUA e em algumas províncias do Canadá. 
Criadores voltados para a produção de aves para a caça (Europa e EUA) ou abate se concentram principalmente em criar os Faisões Coleira, mas outros criadores também se interessam por uma série de espécies mais exóticas e raras. Os Faisões Coleira são relativamente fáceis de criar em cativeiro. A quantidade de 1 macho é adequada para 5-7 fêmeas. A época de reprodução começa no final do inverno ou início da primavera e vai até o meio do verão (ago-jan no Brasil). Na natureza, as fêmeas constroem seus ninhos direito no chão sobre a vegetação que consiste de grama, ervas daninhas, ou arbustos.

http://shemai.com.br/racas.html

sábado, 9 de fevereiro de 2019

As aves-do-paraíso





Essas aves são lindas e exóticas algumas em menor número e está na lista vermelha de espécies ameaçadas de extinção.
As aves-do-paraíso descendem de ancestrais parecidos com os corvos.E outra característica interessante é que os machos são os únicos que possui a plumagem colorida e exuberante que é utilizada como ornamento nos rituais de acasalamento.
O grupo é típico da Austrália e está presente nas regiões tropicais do Norte da Austrália, Nova Guiné, Indonésia e Ilhas Molucas. As aves-do-paraíso habitam principalmente zonas de floresta tropical e manguezais.
Aves-do-paraíso são um dos espectaculares e grupos mais coloridos de aves no mundo, e o azul do pássaro do paraíso, com sua plumagem deslumbrante não é excepção. Estas aves têm penas azuis em suas asas, dorso e da cauda, o projeto está na cor marfim e há um anel branco ao redor dos olho.




É uma especie distribuida pelas colinas e ilhas de Nova guiné, é avaliada como preoculpante na lista vermelha de especies ameaçadas.

Araras Azuis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...