quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Guarás






                                               Floresta dos Guarás – Maranhão – Brasil




O litoral maranhense é o segundo mais extenso do Brasil. É caracterizado por ser bastante recortado, com inúmeras baías, ilhas, pontas e foz de rios, o que proporciona a proliferação de manguezais. As áreas de mangue possuem características bem definidas, como: solo lamoso pobre em oxigênio, mas muito rico em nutrientes; predomínio de vegetais halófilos e presença de grande biodiversidade. Além disso, é considerado um dos ecossistemas mais férteis e diversificados do Planeta.

Com todos esses atrativos e sendo o Maranhão o maior detentor desse ecossistema na região norte-nordeste (cerca de 85%), o manguezal maranhense torna-se um refúgio para as mais diversas espécies de aves, tanto residentes quanto migratórias.

Entre as aves residentes, destacam-se os guarás (Eudocimus ruber), aves de cor avermelhada (resultado de uma alimentação rica em crustáceos e carotenóides) e que são consideradas umas das mais belas aves brasileiras. Tem como habitat natural os mangues, devido, principalmente à sua dieta rica em caranguejos e camarões e ao fato de construir seus ninhos em vegetações densas. No Maranhão, existe a Floresta dos Guarás, uma formação florestal onde se encontram alguns dos mais extensos e bem conservados manguezais do Nordeste e, também, um ponto de grande concentração de ninhais e dormidouros dos guarás.


http://rafaelocremix.wordpress.com/2010/04/10/blog-da-mutual-o-manguezal-maranhense-e-a-diversidade-de-aves/

Araras Azuis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...