O tempo Vida !

O tempo Vida !
Não se troca um amor velho por um amor novo.Banners original do blog

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Aves em liberdade.



Normalmente os animais silvestres não são cuidados da forma adequada, já que ficam em espaços reduzidos e comem alimentos inapropriados, e pelo convívio com os seres humanos estão sujeitos a doenças que para os animais são fatais. Por outro lado, existe o risco de ataques e de transmissão de inúmeras doenças por parte desses animais em relação aos seres humanos.

Algumas estatísticas apontam que noventa por cento dos animais traficados morrem antes de chegar ao seu destino final, principalmente devido às condições inadequadas em que são transportados em ônibus e em carros particulares. “Em casos em que o Comando de Polícia Ambiental, averigua, após informações do Linha Verde, já verificamos que em sua maioria os animais não chegam vivos aos seus destinos, principalmente pelo mau tratamento recebido durante o transporte, que geralmente é feito de maneira irregular e em gaiolas muito pequenas”, explica o comandante Vidal, do CPAm.

Muitas vezes os animais ficam escondidos em caixotes ou em malas sem iluminação e ventilação, além de passarem dias sem tomar água ou ingerir qualquer alimento. O traficante muitas vezes faz o animal ingerir drogas ou bebidas alcoólicas, para fazê-lo parecer manso e torná-lo mais comerciável, e outras vezes ele o mutila ou cega. Os pássaros têm as asas cortadas para não poderem fugir e têm os olhos furados para não enxergarem a luz do sol e por conseqüência não cantarem, o que despertaria a atenção da fiscalização, ao passo que outros animais têm as suas garras e dentes serrados para se tornarem menos perigosos.

Na verdade, por conta da globalização e das altas cifras envolvidas o tráfico da fauna silvestre se modernizou e passou a adotar as mesmas estratégias e rotas do tráfico de drogas. Para se ter uma idéia, basta dizer que a arara-azul-de-lear custa sessenta mil dólares, um Melro chega a ser vendido por dois mil e quinhentos dólares. O valor dos pássaros é variável por conta da raridade de sua localização e pela qualidade do canto.

 O QUE PODEMOS FAZER ?

A luta em prol da preservação da nossa fauna e flora silvestres, já envolve, felizmente, um grande número de pessoas conscientizadas e de organizações. Para ajudar as autoridades e a própria natureza, o projeto Linha Verde, do Disque Denúncia, vem disponibilizando seus telefones 2253 1177 (capital) ou 0300 253 1177 (interior, custo de ligação local) a fim de que a população possa denunciar qualquer crime ambiental com a certeza do anonimato garantido. Denunciando guarda e comércio de animais silvestres, você contribui para que essas aves se mantenham em seus habitats naturais. O lugar deles é na natureza e não em gaiolas...

Pesquisas do google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Araras Azuis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...