terça-feira, 31 de maio de 2011

Passarinheiros...Extinção nunca!


Acho que todo passarinheiro quando vai explorar alguma área sempre tem a esperança de encontrar alguma espécie rara. Seja num fundão da Amazônia, seja no parque perto de casa. Mas o que exatamente é uma espécie rara? Acho que ela pode ser definida por 2 fatores:

1 – Quando realmente há poucos indivíduos da espécie (seja globalmente ou naquela região).

2 – Quando ela é muito arisca ou de hábitos reclusos.

Ou ainda uma terceira opção, a mais difícil de todas, uma combinação dos 2. Talvez esse seja o caso do enigmático tietê-de-coroa (Calyptura cristata), considerado umas das 10 aves mais raras do mundo e encontrada somente em uma pequena área de Mata Atlântica (até onde se sabe), mais ou menos do litoral norte de SP à Serra dos Órgãos no RJ. A população dessa ave realmente deve ser bem pequena, e pra piorar ela é minúscula (8 cm), com certeza não possui voz identificável a distância e vive no alto das árvores.

Fonte
http://octaviosalles.wordpress.com/2009/12/27/a-real-chance-de-achar-uma-especie-rara/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Araras Azuis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...