quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Garça-vermelha



Nome científico
Ardea purpurea

Identificação
Os elementos vermelho púrpura da plumagem são difíceis de ver à distância. A voar, a curva dianteira formada pelo pescoço recolhido é menos redonda do que a garça-real, formando um "gancho" mais pronunciado. A cabeça e o pescoço são mais delgados, bico mais uniformemente estreito d não em forma de punhal e os dedos são mais compridos, o dedo traseiro permanece erecto durante o voo. Tem uma postura de camuflagem parecida com a do abetouro-comum.

Habitat
Ocorre sobretudo em zonas húmidas com áreas de vegetação densa de caniçais. Prefere águas eutróficas pouco profundas, paradas ou com pouca corrente; de substrato arenoso, sedimentar, lodoso ou com vegetação, e ausente de rochas ou outro tipo de obstáculos. Frequenta estuários, rias, lagoas costeiras, valas, açudes, barragens e pequenos canais e diques que pertencem aos sistemas de irrigação dos arrozais. Descansa quer de noite quer de dia, tanto em sítios abertos como em zonas com vegetação aquática mais densa.

Reprodução
Os ninhos são construídos junto ou sobre a água, geralmente em caniçais inundados (caso contrário esta espécie abandona o ninho). Menos frequentemente em arbustos ou árvores. Normalmente estes situam-se a 0.5-1.0m acima do nível da água e a 30m da margem. Constituídos por uma pilha de caniçais bem desenvolvidos, especialmente Typha, ou então pequenos galhos ou ramos quando feitos em árvores. Na época de nidificação encontram-se em pequenas e dispersas colónias ou sozinhos, em sítios abrigados. Com os ninhos perto uns dos outros, podem estar dispersos ou entre ninhos de outras aves da mesma família. Os ninhos dos anos anteriores não voltam a ser ocupados. Espécie monogâmica, de duração sazonal. Ambos os progenitores cuidam dos juvenis, até à fase em que atingem o desenvolvimento que lhes permita tornarem-se independentes. As crias são nidícolas.

Curiosidades
Os indivíduos alimentam-se isoladamente ao final do dia, numa pequena área, quer sob vegetação flutuante quer em águas poucos profundas com vegetação densa. Alimentam-se principalmente peixes e insectos (larvas e adultos). Em menor quantidade de pequenos mamíferos e anfíbios, cobras (Natrix), lagartos (Lacerta) e ocasionalmente aves, crustáceos, moluscos e aranhas.

Autor Fotografia
Kevin Carlson
Fonte de Pesquisas:http://www.aguaonline.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Araras Azuis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...