sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

No bico do Corvo*

Um Pouco de Conhecimento Científico Sobre o Corvo

No Bico do Corvo
No Bico do Corvo
O Corvo é sem dúvida alguma uma bela ave, com sua plumagem negra, a despeito do que a grande maioria pensa sobre seus hábitos alimentares. Embora muitos acreditem ser o corvo uma ave de rapina, há que se saber que quanto à sua classificação científica, podemos assim classificar o corvo:
* Quanto ao Reino: Animália
* Quanto à Filo: Chordata
* Quanto à Classe: Aves
* Quanto à Ordem: Passeriformes
* Quanto à Subordem: Passeri
* Quanto à Família: Corvidae
* Quanto ao Gênero: Corvus
Entretanto, a despeito dessas informações científicas, vale ressaltar que, no que diz respeito às espécies são diversas. Curioso é saber que algumas espécies desse gênero de ave são também conhecidas como “gralha”. Em se tratando da “gralha-preta” (Corvus corone), podemos encontrá-la no continente europeu, no norte da África e também na Ásia, e ainda na Sibéria.
Quanto à alimentação, essa ave alimenta-se essencialmente de cadáveres de outros animais e pequenos animais, incluindo insetos, caracóis, ratos, lagartos, rãs, vermes e alguns outros invertebrados. Mas também se alimentam de frutas, de sementes, e ainda também de sobras de alimentação humana.

Fato: Pode Haver Algo de DEUS pra você no “Bico do Corvo”!

Ave
Ave
Quero agora chamar a atenção do leitor para um curioso fato que aconteceu no passado, e que certamente, pode e acontece de uma maneira bem semelhante em nossos dias.
Na Bíblia Sagrada, mais precisamente no livro de 1 Reis, capítulo 17, encontramos o relato de uma grande seca enviada por DEUS sobre uma determinada nação, de forma que como conseqüência, ocorreu uma grande fome naquela terra. Naquele tempo, vivia naquela região um profeta de nome Elias. Este, durante algum tempo, foi alimentado pelos corvos. Pode parecer incrível, mas lendo os versículos 4 a 6 do capítulo citado, descobrimos duas coisas interessantes:
1. DEUS ordenou aos corvos que alimentassem a Elias.
2. Os corvos levavam para Elias duas refeições diárias: pão e carne pela manhã, e pão e carne pela noite.

No Bico do Corvo

Portanto, a despeito do que “naturalmente” seria o hábito alimentar de tal ave, o Criador pode mudar hábitos e até mesmo a natureza daquilo que ELE mesmo criou. Dessa forma, pôde usar os corvos para levarem até Elias – que era alguém que buscava fazer a vontade de DEUS – uma alimentação saudável, num período em que à sua volta a região padecia fome.
Naquele tempo, no bico do corvo havia alimento saudável para alguém justo e honesto diante de DEUS. Hoje não é diferente! Apesar da imagem negativa que muitos têm do corvo, e talvez até algum preconceito com relação ao nome deste veículo de comunicação – “no bico do corvo”, há que se ter a certeza de que, no bico do corvo pode estar o “alimento” (a notícia, a reportagem, o artigo) que sua alma (sua mente, seu intelecto, sua psique) necessita. Quem sabe você não está numa certa posição ou atitude, simplesmente porque está buscando alimento ou conhecimento em fontes secas? Lembre-se, no bico do corvo pode estar aquilo que você precisa!!


http://www.culturamix.com/animais/aves/no-bico-do-corvo



Por Carlos Alberto Bächtold, Foz do Iguaçu, PR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Araras Azuis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...