O tempo Vida !

O tempo Vida !
Não se troca um amor velho por um amor novo.Banners original do blog

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Aves do Paraíso



Raggianas possuem uma das mais espetaculares exibições de corte de todas as aves do paraíso. Os machos tremem as penas, batem asas e a cabeça, agitam-se em poleiros lequeando suas asas. As penas altamente coloridas do macho são recolhidos pela população local para usar durante as cerimônias e festas.











Aves do Paraíso
As Aves do Paraíso são aves belíssimas encontradas ao Norte da Austrália, Indonèsia, Ilhas Molucas e, principalmente, Nova Guiné. De forma geral, as Aves do Paraíso dividem-se em ''sub-espécies''
Quando os naturalistas europeus chegaram a Nova Guiné, observaram um tipo diferente de aves, os quais pensaram vir do Jardin do Éden devido a sua extrema beleza. As Aves do Paraíso possuem cores exuberantes e exóticas, além de detalhes diferentes de quaisquer outras aves.

Estas aves costumam variar de tamanho, chagando a até 120cm, incluindo a cauda.
É possível diferenciar o macho da fêmea muito facilmente, pois as fêmeas costumam ter cores como acinzentado e castanho. Em contrapartida, os machos possuem cores variadas, principalmente na região da cauda e pescoço.

Há, também, espécies de Aves do Paraíso nas quais machos assemelham-se as fêmeas, mas estas são minoria.
Estes animais alimentam-se de folhas, frutos e animais como alguns insetos e anfíbios. Anfíbios são animais vetebrados que possuem como marca o fato de suas vidas serem divididas em duas fases: uma aquática e outra terrestre. Porém, há excessões.
Os machos das Aves do Paraíso costumam viver solitariamente enquanto as fêmeas vivem em pequenos bandos e com os jovens. Na época de reprodução, os machos costumam ficar agitados e realizam uma incrível série de exibição para as fêmeas, esperando que alguma delas os vejam e sejam atraídas. Mesmo que estas não correspondam, os machos costumam continuar com suas exibições. Entre essas exibições, frequentemente vemos machos abrindo suas asas ou então prendendo-se de cabeça para baixo à galhos.
As fêmeas criam os filhotes sozinhas, exceto quando a plumagem das fêmeas é como a dos machos e vice-versa.

Em Nova Guiné, as penas destas aves incríveis são símbolo de estatuto social, utilizada em chapéus e adornos, além de serem utilizadas nas danças do povo nativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Araras Azuis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...