O tempo Vida !

O tempo Vida !
Não se troca um amor velho por um amor novo.Banners original do blog

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Tipos de Corujas


Família Tytonidae
Corujinha da igreja ou suindara/ barn owl (Tyto alba)

Alimenta-se de ratos e camundongos, é essencilamente noturno ou crepuscular, caça mais roedores e pequenos mamíferos que outros veterbrados ou artrópodes. Caça de poleiros altos ou em trasectos de vôo baixo.


Família Strigidae

Corujinha do mato/ tropical screech owl (Megascops choliba)



Tem duas fases distintas de plumagem, uma cinza outra ruiva, alem de outras plumagens intermediarias. Vocaliza mais em horários de crepúsculo, o casal pode cantar em duetos. Captura mais insetos que pequenos vertebrados, caça insetos noturnos que são atraídos pela iluminação artificial.



Corujinha sapo/ Black capped screech owl (Megascops atricapilla)


Tem uma área de plumagem negra na nuca e no alto da cabeça, a cor de sua íris varia do amarelo ao laranja e marrom. Apresenta uma fase de plumagem escura com olhos marrons, outra ruiva e a terceira, cinzenta com a íris mais amarelada. Dorme durante e caça insetos, artrópodes e pequenos vertebrados à noite. Responde prontamente a imitação de seu canto.




Coruja buraqueira/ burrowing owl (Athene cunicularia)


Espécie semiterricola de pernas longas e hábitos noturnos e crepusculares, escava sua toca em forma de túnel, ou ocupa galerias escavadas por tatus ou pica paus. As entradas deses túneis ficam coalhadas por pelotas regurgitadas pelo casal.






Família Caprimulgidae

Bacurau/ Commom Pauraque


O macho é facilmente reconhecido em vôo pela cauda preta com retrizes margeadas de branco, principalmente na sua margem interna. Ocorrem duas fases de plumagem, uma cinza e outra ruiva, e podem ainda apresentar a plumagem encardida de tons ferrugíneos do solo local, rico em óxidos ferrosos. Emitem um canto onomatopéico melodioso, que domina a paisagem sonora nos locais onde vive durante o crepúsculo. Assustado em pouso diurno, produz um forte ruído com o bater das asas contra a serrapilheira, mantendo-s a seguir, imóvel ou voando curtas distancias.

Fonte do Texto e Imagens
http://areiaquecanta.blogspot.com/2010/08/as-aves-no-areia-que-canta-familias.html

2 comentários:

  1. Tenho que fazer um serviço de hidraulica num lugar que tem 2, queria saber se podem me atacar e se tem algum outro perigo?

    ResponderExcluir
  2. Sou apaixonada por coruja a minha prediletas e a buraqueira e a curuja branca

    ResponderExcluir

Araras Azuis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...